Raspberry Angel Cake #Cakeslicebakers/Bolo de claras de framboesas

My choice for this months #CakeSliceBakers is a Raspberry Angel Cake made with only egg whites without raisin agents.

You guys might be wondering why it’s called an Angel cake and well that’s because it’s so light and airy that it must be “food” for the angels.

This was my second time doing an Angel Cake, this spceficic one picked by daughter, and this time I decided to decorate the cake with a pink marshmallow frosting because it looks preetier and girlier.

Another challenge surpassed and once again it was with great joy that I made this Angel Cake. I hope you like it!

IMG_2375-2

Recipe – serves 8 to 10

For the cake

  • 1 cup all-purpose flour
  • 1/4 tsp salt
  • 12 large egg whites
  • 1 tsp cream of tartar
  • 1 1/4 cups superfine sugar
  • 1 tsp raspberry extract
  • 1 tsp vanilla extract

For the marshmallow frosting

  • 6 egg whites (180 g)
  • 1 3/4 cups plus 2 tablespoons granulated sugar
  • 2 tablespoons light corn syrup
  • 1/4 teaspoon cream of tartar
  • Pinch of salt
  • 1 teaspoon vanilla bean past or pure vanilla extract
  •  ? soft gell paste food color
  • Sprinkles of your choise

Make the cake

  1. Preheat the oven to 325ºF, and you’ll need an ungrease 7in Angel Cake pan (it has a funnel up the middle and a removable bottom).
  2. Sift the flour and the salt together in a bowl and set aside.
  3. Beat the egg whites until they become foamy. Add de cream of tartar and beat again until soft peaks form.Continue to beat while gradually adding the sugar, coloring and the flavoring until stiff peaks form. Finally, add the vanilla and beat until well combined.
  4. Transfer the batter to large bowl and, in small batches , add the flour and salt batter, using a spatula to carefully fold in the flour.
  5. Spoon the batter carefully into the cake pan and release air bubbles by cutting a knife through the batter twice.
  6. Bake in a preheated oven until golden (about 35 to 40 minutes). Remove from the oven and let the cake cool in the pan and then turn out onto a wire rack.

Make the marshmallow frosting

  1. Wipe the bowl and whisk attachment of an electric mixer with paper towel and lemon juice, to remove any trace of grease. Add egg whites, sugar, corn syrup, cream of tartar and salt and simmer over a pot of water (not boiling), whisking constantly but gently, until temperature reaches 130ºF(54ºC) on a candy thermometer.
  2. Return the bowl to the stand mixer and beat on low speed for 2 minutes, then increase the speed to medium and beat for 2 more minutes. Increase the speed to high and beat until it is very thick and glossy, about 5 minutes. Add vanilla and food colour and beat to combine. Best use right away (for best texture to aplly frosting to the cake after that it´s best enjoyed up to 1-2 days at room temperature).

Frost the cake

  1. Place the cake wide end down onto a cake plate, board or pedestal. Pile the frosting on top of the cake and use a metal spatula to spread the frosting from the top down. Create swirls using the back of a spoon and sprinkle with your favorite sprinkles.
  2. Slice cake using a serrated knife in a gentle sawing motion.
  3. Cake keeps at room temperature for up to 2 days.
  4. Best enjoyed day 1 because the marshmallow frosting.

IMG_2389-2

Xoxo

Ana

Note: In the Portuguese version I detailed more the recipe and all the steps so that the  portuguese people who still don’t know this traditional American cake get to know it.

 

 


Mais uma participação no #Cakeslicebakers. Este mês escolhi o bolo de claras de framboesa e para torná-lo mais bonito decorei-o com um creme de marshmallow e “sprinkles” coloridas.  O nome original deste bolo chama-se Angel Cake (bolo dos anjos) originário dos Estados Unidos da América. Bolo dos anjos porque devido á sua constituição leve, esponjosa e delicada, parecido com uma nuvem, dizem, seria certamente a primeira escolha para a alimentação dos anjos.

IMG_2379-2

Este bolo delicado é cuidadosamente fabricado com várias claras de ovo, batidas até ficarem rígidas

e o resto dos ingredientes: farinha, açúcar, extracto de baunilha e no meu caso, extrato de framboesa e colorante alimentar onde são incorporados nas claras cuidadosamente para não tirar o ar á massa.

Também contém cremor de tártaro, uma substancia que ajuda a estabilizar as claras  ajudando bolo a cozer uniformemente não lhe alterando o sabor. O bolo deve ser cozido numa forma com um tubo no meio preferencialmente de alumínio aderente. A forma NÃO deve ser untada para que a massa se possa agarrar ás sua paredes  fazendo com que o bolo cresça uniformente . Na imagem abaixo podem ver a forma tradicional do Angel Cake.

imagem tirada da wikipédia

Perguntar-se-à, quem nunca leu acerca deste bolo,o porquê de aquelas pequenas  presilhas agarradas à forma. Este bolo  quando sai do forno é obrigatório virá-lo ao contrário durante 1 hora para que as proteínas das claras endureçam ao arrefecer. Se deixar arrefecer o bolo sem o voltar o que acontece é que estas se rompem e o bolo não sai inteiro da forma. Assim as presilhas servem para segurar a forma e deixar entrar ar para o bolo arrefecer quando está voltado ao contrário.

No meu caso como podem ver nas imagens acima, utilizei uma forma própria mas sem as presilhas. Aqui é o tubo do meio que permite a forma estar virada ao contrário sem tocar na mesa para permitir a circulação do ar.

Quando finalizado,o bolo pode ser comido simplesmente polvilhado com açúcar em pó ou coberto com creme, que foi o meu caso. Cobri com creme de marshmallow cor de rosa e sprinkles.

Nas imagens acima os principais passos para fazer o creme de marshmallow.

A decoração do mesmo.

Receita – 8/10 pessoas forma própria 20cm

Bolo

Ingredientes

  • 160gde farinha fina peneirada
  • 150g de açúcar em pó
  • 1/2 colher de café de sal
  • 12 claras tamanho L
  • 1 colher de chá de cremor tártaro*
  • 105g Açúcar fino peneirado
  • 3 gotas de colorante alimentar*
  • 1 colher de chá de extracto de framboesa*
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha

Creme de Marshmallow

Ingredientes

  • 6 claras de ovo
  • 400g de açúcar
  • 2 colheres de sopa de xarope de milho*
  • 1 colher de café de cremor tártaro
  • 1/2 colher de café de sal
  • 1 colher de sopa de pasta ou extracto de baunilha
  • 3 de colorante alimentar em gel

Preparação

  1. Aquecer o forno a 160ºC . Peneirar a farinha com o sal e o açúcar em pó 4x.
  2. Limpar a tigela e o arame de bater as claras com uns pingos de sumo de limão para ter a certeza que não haja qualquer vestígio de gordura. Bater as claras em velocidade baixa até estas ficarem espumosas, acrescentar o cremor tártaro, aumentar a velocidade e bater até ficarem em “castelo”.
  3. Neste ponto numa velocidade média acrescentar o açúcar, 2 colheres de sopa de cada vez com um intervalo de 15 segundos entre elas, o colorante ,os extractos até terminar o açúcar e as claras apresentarem um aspecto firme e brilhante.
  4. Peneirar a farinha pelo menos duas vezes antes de incorporar nas claras. Quando o fizer faça lentamente em forma de “chuvisco” e incorpore com uma espátula cuidadosamente de baixo para cima. Este bolo não quer movimentos rápidos e bruscos, antes movimentos suaves e envolventes.
  5. Verter para o molde que NÃO está untado e vai ao forno durante 35/40 minutos.
  6. Quando o tiramos do forno viramos a forma ao contrário e deixamos arrefecer 1 hora.
  7. Para o tirar da forma, cuidadosamente passar uma espátula de uma só vez em redor da forma libertando o bolo para retirá-lo, deixe acabar de arrefecer numa grade. Como a forma não está untada é natural que haja algumas imperfeições na parte de fora do bolo causadas pelas tentativas de o desenformar.
  8. Começar a fazer o creme de marshmallow. Novamente limpar a tigela da batedeira e a vara de arames com umas gotas de sumo de limão. Deitar as claras, o açúcar, o xarope de milho, o cremor tártaro, sal e levar a banho Maria mexendo sempre, até atingir a temperatura 54ºC no num termómetro digital. Se não tiver termómetro deite uma gota nos seus dedos e sinta se o açúcar já se encontra dissolvido.
  9. Colocar a tigela na batedeira e bater em velocidade baixa durante 2 minutos. Aumente para a velocidade máxima e bata até as claras se encontrarem espessas  e brilhantes este processo leva mais ou menos 5 minutos. Acrescentar o extracto de baunilha e o colorante e bater mais um pouco para misturar. Usar de imediato no bolo.

Para decorar o bolo

  1. Colocar o bolo no prato que vai servir. Empilhar o creme no bolo  e usando uma espátula de metal espalhar o creme de cima para baixo. Pode criar pequenos remoinhos, usando as “costas” de uma colher de sopa e salpicar com “sprinkles”decorações de açúcar coloridas.
  2. Para fatiar o bolo deve usar uma faca comprida com serrilha. O bolo conserva bem durante dois dias á temperatura ambiente. De preferência por causa do creme marshamellow deve ser comido no mesmo dia em que é feito ou no máximo no dia a seguir.

IMG_2384-3IMG_2417

 

Notas

O cremor tártaro, o extrato de framboesa e o colorante alimentar, costumo comprar online numa loja espanholaMaria Lunarillos porque desde que comecei esta minha aventura de decorar bolos me habituei a usar estes produtos e não os encontro á venda perto de mim. 

O colorante alimentar usei  Pink Soft de American colour

A forma tentem arranjar nas casas de decoração de bolos, se tiverem dificuldade podem também arranjar aqui

O xarope de milho pode arranjar aqui ou aqui

Beijos e Abraços

Ana

 

 

 

 

 

Creme de queijo de cabra assado & morangos em redução de vinagre balsâmico

Adoro queijo! Assim sendo sempre que me cruzo com receitas com este ingrediente, paro, leio e deixo as minhas papilas gustativas se expressarem. Nesta receita veio logo aquele som “hum” o “crescer de água na boca” e claro o desejo de experimentar!

Esta receita de sua autoria Morgan Eisenberg, junta ao mesmo tempo o salgado e o doce num equilíbrio perfeito que só nos apetece comer mais e mais e mais….. Um prato que tanto pode ser comido como entrada, ou sobremesa, tendo a mais valia de ser fácil e rápido de ser confeccionado. Querem ver como tenho razão: pincelar umas fatias de pão com azeite e levar ao forno a tostar, mas podem também utilizar tostinhas.IMG_2229.JPG

A seguir numa picadora misturar os dois queijos e o mel, até ficar cremoso e colocar numa forma própria para ir ao forno, formando uma pequena cova no meio e levar ao forno até dourar, o que acontece em poucos minutos.

Fazer uma redução com o vinagre balsâmico e o açúcar, cortar os morangos aos quadrados pequenos, assim como as folhas de manjericão e regá-los com a redução.IMG_2234-2

Assim que o queijo sair do forno colocar a mistura dos morangos com as folhas cortadas do manjericão e …voilá aqui está ela pronta para ser degustada!!!!IMG_2236-2

Bom apetite!

Receita – 4/6 pessoas

Ingredientes

  • 1 baguete cortada ás fatias
  • Azeite q.b.
  • 340g de morangos arranjados e cortados aos quadrados
  • 400g de queijo cabra temperatura ambiente
  • 200g de queijo creme temperatura ambiente
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 90g de vinagre balsâmico
  • 2 colheres de sopa +1/2 de açúcar
  • 4 folhas de manjericão cortadas*

Preparação

  1. Pré-aquecer o forno a 210ºC. Pincelar as fatias de pão com azeite, colocar no forno até estarem douradinhas.
  2. Triturar o queijo de cabra, o queijo creme e o mel no robot de cozinha ou na picadora até a mistura ficar cremosa.
  3. Untar uma pequena travessa que vá ao forno com azeite, deitar a mistura de queijo e alisar com uma espátula. No meio criar uma pequena cova para mais tarde colocar os morangos.
  4. Numa panela pequena combinar o vinagre e o açúcar, quando começar a ferver reduzir o lume para o mínimo e deixar cozinhar até a mistura reduzir e ficar em xarope. Estará pronta se mergulhar uma colher de sopa no liquido e um pouco do xarope ficar agarrado á parte de trás da colher. O processo leva +/- 10 minutos. Deixar arrefecer.
  5. Colocar a travessa do queijo no forno pré-aquecido e deixar cozinhar até a mistura ficar ligeiramente dourada no cimo.
  6. Misturar os morangos, as folhas de manjericão cortadas e a redução de vinagre balsâmico numa tigela. Colocar em cima do creme de queijo e servir ainda quente com as fatias de pão ou tostas.

NOTA: * Quando cortar as folhas de manjericão, utilize de imediato senão corre o risco de as folhas oxidarem e ficarem escuras.

Beijos e Abraços

AnaIMG_2237-2

Se decidirem experimentar a receita e se lhes apetecer, deixem aqui a vossa opinião.

Pizza de espargos e queijo de cabra com pesto de pimento vermelho assado

Já à algum tempo que tinha vontade de fazer uma pizza. Cá em casa as pizzas são sempre feitas de “raíz”. Ando sempre à procura de novidades e desta vez encontrei uma pizza na william sonoma que ia de encontro aos ingredientes que tinha no frigorífico: espargos, queijo de cabra e pimento vermelho. A massa desta pizza tem um pouco de farinha integral.

Para fazer o pesto primeiro temos que assar os pimentos, claro que pode sempre já os comprar assados, mas eu por principio  asso no grelhador do forno. Arranjar os espargos. E como é que eu arranjo os espargos, parto-os no sitio em que  quebram facilmente. Tentem e percebem logo o que eu quero dizer! Voltando ao pesto, depois

de os pimentos estarem  assados colocá-los no robot de cozinha ou numa picadora com o resto dos ingredientes. Uma boa base para substituir o tradicional molho de tomate.

 


Os espargos também podem ser substituídos por outros legumes: tomate, courguete, espinafres, berinjela e por aí fora!

Bom apetite!

Receita

Ingredientes

Massa pizza

  • 290g de água 37C
  • 500g de farinha T65
  •   40g de farinha integral
  •      8g de fermento padeiro em pó
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de sopa de sal
  • 2 colheres de sopa de azeite

Pesto

  • 1 dente alho
  • 60g de nozes tostadas
  • 30g de queijo parmesão ralado
  •  3 colheres de sopa se azeite
  • Sal e pimenta q.b

Cobertura

  • 250g de espargos arranjados
  •   60g de queijo mozzarella ralado
  • 150g de queijo cabra
  •  2 colheres de chá de azeite + para barrar + salpicar
  • Sal e pimenta q.b

Preparação

  1. No robot de cozinha ou numa picadora colocar as farinhas, o açúcar, o fermento e o sal e pulsar até os ingredientes ficarem misturados. Com as máquinas a trabalhar numa velocidade baixa, acrescente a água e o azeite até a massa juntar e formar uma bola. Eu como fiz no robot de cozinha, assim que a massa ficou ligada com os líquidos, bati na vel massas durante 3 minutos.
  2. Transferir a massa para uma tigela untada com um pouco de azeite, tapar com película aderente e deixar levedar até dobrar de volume.
  3. Enquanto a massa leveda, preparamos o pesto. Assar os pimentos, no grelhador ou no grill do forno, tirar a pele e colocar no robot ou numa picadora juntamente com o alho, as nozes, o queijo parmesão , o azeite , sal e pimenta até ficar uma pasta. Retirar e colocar numa tigela pequena.*
  4. Assim que a massa atingir o dobro do volume, moldá-la numa bola, colocar um pano por cima e deixar descansar enquanto executa o resto da receita.
  5. Pré-aquecer o forno a 200ºC. Pôr uma panela ao lume com água e sal e quando a água estiver a ferver, deitar os espargos e deixar cozinhar até estarem tenros. Atenção é um processo rápido- 1/2minutos máximos- tirar e escorrê-los num passador.
  6. Numa bancada enfarinhada, dividir a massa em 1 ou 2 porções e com o rolo da massa formar um circulo ou um rectângulo, espalhar o pesto de pimento sobre a massa e por cima o queijo mozzarella. Com as mãos esfarelar o queijo de cabra a cobrir  pizza . Por fim colocar os espargos. Pincelar a pizza com azeite, temperar com sal e pimenta.
  7. Levar a pizza ao forno até a crosta se encontrar cozida e estaladiça, +/- 12 minutos.
  8. Tirar do forno e antes de servir, salpicá-la com azeite.

NOTA: pode congelar o pesto durante 2 meses.

Beijos e Abraços

Ana

 

Moqueca de Camarão

Uma deliciosa moqueca de camarão foi a escolha que fiz do blog Flor de rosmaninho que foi o sorteado este mês de Junho .   Foto de Telma E Helio Simoes.   Gostei muito de a cozinhar e a única alteração que fiz foi dar-lhe um bocadinho de sabor fumado acrescentando 2 colheres de chá de pimentão fumado em pó. Assim sendo para não me estar a repetir deixo aqui o link da receita da moqueca de camarão.

A minha ficou assim IMG_2092-2

IMG_2096-2

Aconselho vivamente que a  lá vão espreitar, que a façam e tenham bom apetite como nós tivemos aqui  em casa!

Beijos e abraços!

Bacalhau com natas

Um prato que de vez enquanto comemos cá em casa, mas também muitas das vezes confeccionada da maneira mais rápida com as batatas fritas e o molho béchamel de pacote.

Desta vez resolvi fazer e deixar aqui a receita como “manda a sapatilha”. Dá mais trabalho não nego mas ganhamos no gosto.

Começamos por escaldar o bacalhau em àgua aromatizada com louro e alho e guardamos a água porque a iremos utilizar para fazer o molho béchamel.

Seguidamente fritamos as batatas, desfiamos o bacalhau e fazemos um refogado com azeite e cebola,

Juntamos o bacalhau e a salsa picada

e por fim as batatas fritas

Reservamos e fazemos o molho béchamel. Aqui podemos fazer ao lume ou no robot de cozinha, que foi o meu caso. O molho é feito com leite e a àgua que reservou do bacalhau e acreditem que faz toda a diferença. Assim que tiver feito junta 3/4 do molho ao bacalhau reservado e mistura cuidadosamente 

O outro 1/4 coloca no cimo do bacalhau,polvilha com pão ralado e vai ao forno até ficar douradinho

Bom apetite!

Receita

Ingredientes

  • 1Kg de batatas
  • 3 postas de bacalhau demolhado
  • 1 cebola picada
  • 1/2 alho francês picado
  • 4 dentes de alho picados + 1alho inteiro
  • 1 folha de louro
  • 3 colheres de sopa de salsa picada
  • 1dl de azeite
  • 1/2 litro de leite + 1/2 litro da agua da cozedura do bacalhau
  • 100g de farinha
  • 60g de manteiga/margarina
  • 200g de natas
  • 100g de pão ralado
  • sal, pimenta e noz moscada q.b
  • oleo para fritar

Preparação

  1. Coza o bacalhau em agua fervente temperada com a  folha de louro e o alho durante 5 minutos. Deixe arrefecer o bacalhau dentro da água. Retire as espinhas e faça-o em lascas. Guarde 1/2 litro da agua passada por um coador.
  2. Corte as batatas aos quadrados, frite-as no oleo e escorra em papel absorvente.
  3. Refogue a cebola, o alho francês e os alhos no azeite, junte o bacalhau e a salsa e envolva.
  4. Faça o molho bechamel. Aqui contei com a ajuda do robot de cozinha, deitei todos os ingredientes, excepto as natas, no robot (bimby) e programei  8 Min.,Temp. 90º, Vel.4. Adicione as natas e programe mais 2 minutos.Manualmente: num tacho coloca a manteiga/margarina e deixa derreter, polvilha a farinha e mexe com uma vara de arames, acrescenta o leite misturado com a água do bacalhau  em lume brando e mexendo sempre até a mistura engrossar, junta o sal a pimenta  a noz moscada e as natas e sem deixar ferver deixar apurar mais 2 minutos.
  5. Acrescenta 3/4 do molho bechamel ao bacalhau e deixa cozinhar em lume brando 3 minutos.
  6. Coloque o bacalhau num tabuleiro de ir ao forno, acrescente por cima o resto das natas e polvilhe com o pão ralado, leve ao forno a gratinar cerca de 20 minutos.

Bolo gelado de Cereja

Com a entrada do Verão, cada vez mais ,vai apetecendo coisas frescas para fazer face ao calor. Comecei a época com um gelado de amora com pedaços de chocolate que podem espreitar aqui e aproveitando a época da cereja adaptei este bolo gelado que descobri na Sally.  Um combinado de doce leve de fruta + natas batidas + bolachas digestivas ,mais simples que isto não há. A minha última iguaria para colocar na mesa da Marta no seu ingrediente do mês d4bbd-cherry_1

IMG_2137-2

O doce de cereja é fácil de preparar e até pode fazer quando lhe der mais jeito e guardar no frigorífico. Consiste apenas em cerejas descaroçadas, água, açúcar um pouco de amido de milho para engrossar  o doce e sumo de limão. Quando engrossar um pouco tira do lume e deixa arrefecer.IMG_2119-2 As natas além do açúcar também levam um pouquinho de sumo de limão e raspas da casca do mesmo. 


Para as camadas começamos por colocar um pouco de natas batidas no fundo da forma forrada só para as bolachas ficarem coladas, depois as bolachas,natas batidas, doce de cereja,natas batidas,bolachas, natas batidas, doce de cereja, natas batidas, bolachas e terminamos com natas batidas.

Cobrirmos o bolo com a película aderente que deixámos a mais quando cobrirmos a forma-  é muito importante deixar pelicula a mais para quando o bolo estiver gelado o podermos tirar da forma para servir- e levamos ao congelador algumas horas ou de noite até de manhã.
IMG_2142-2

Quando servirmos convém deixar uns 15 minutos á temperatura ambiente.

Bom apetite!

Receita – 10 fatias – forma rectangular “bolo inglês”

Ingredientes

Doce de cereja

  • 450g cerejas descaroçadas
  • 50 de açúcar
  • 2 colheres de chá de amido de milho
  • 2 colheres de chá de sumo de limão
  • 1 colher de sopa de água

Bolo

  • 1 pacote de bolachas digestivas
  • 500g de natas para bater 35% gordura
  • 40g de açúcar em pó
  • 1 colher de sopa de sumo de limão

Preparação

  1. Numa panela deitamos as cerejas e o açúcar levamos ao lume mexendo até as cerejas começarem a amolecer e libertar o sumo +/- 3 minutos. Entretanto numa tigelinha juntamos o amido de milho com a água e o sumo de limão até o amido se encontrar dissolvido. Deitar sobre as cerejas continuando a mexer e pode também esmagar algumas cerejas, mais uns 2 ou 3 minutos. Por essa altura a mistura já deve ter engrossado um pouco, tirar do lume e deixar arrefecer. Se estiver com pressa pôr no frigorífico para arrefecer rapidamente.
  2. Numa forma rectangular, forrar com película aderente deixando a mais nos lados (para facilitar quando for desenformar).
  3. Bater as natas com o açúcar o sumo e raspas de limão até engrossar e formar picos, tendo o cuidado para não bater de mais*
  4. Montar o bolo: espalhar uma camada fina de natas batidas no fundo da forma. Colocar uma camada de bolachas digestivas. Espalhar cerca de 1dl+1/2 de natas batidas por cima. De seguida colocar metade do doce de cereja no cimo voltar a espalhar mais 1dl+1/2 de natas e outra camada de bolachas digestivas, 1dl+1/2 de natas e o resto do doce de cereja, mais 1dl+1/2 de natas e a ultima camada de bolachas digestivas. Cobrir com o resto das natas batidas. Tapar com a película aderente e levar ao congelador durante algumas horas ou durante a noite.

Nota: Antes de bater as natas costumo colocar o batente no congelador por alguns minutos.

IMG_2145-2

Beijos e Abraços

Ana

Batido Tropical

Este batido feito com frutos tropicais além de ser delicioso, diz a sua autora Sally , que bebendo regularmente faz bem á pele. Ela própria o comprovou. Pesquisando sobre os seus ingredientes ela descobriu que:

A pera abacate hidrata a pele, dando-lhe aquele brilho que todos nós gostamos;

A manga contém os carotenos que nos ajuda no rejuvenescimento da pele e traz-lhe igualmente brilho dando aquele aspecto saudável;

O abacaxi com o seu alto teor de vitamina C, contribui para a produção de cologéneo dando á pele força e firmeza;

O espinafre contribui para remover as toxinas do corpo;

A água de coco é um super hidratante fazendo com que a pele fique mais jovem.

IMG_2047-2

Não é preciso acrescentar qualquer adoçante a este batido porque vamos usar o doce da fruta que chega perfeitamente!

Resumindo, a banana e a pera abacate dão espessura ao batido enquanto o abacaxi e a manga doçura , a água de coco dá-lhe aquele toque tropical e para finalizar os espinafres acrescentam o resto dos ingredientes que a pele precisa.IMG_2036-2

Receita – 2 batidos

Ingredientes

  • 170g de abacaxi
  • 170g de manga
  • 2 bananas maduras sem casca congeladas
  • 1/2 pera abacate
  • 375ml de água de coco – se achar demasiado espesso colocar mais 125ml
  •  70g de espinafres

Preparação

  1.  Colocar todos os ingredientes no robot de cozinha ou similar e bata até obter um batido cremoso. A espessura depende do gosto de cada um. Se achar demasiado espesso vá colocando água de coco até achar  espessura ideal para si.

IMG_2048-2

Bom apetite!

Beijos e abraços

Ana